25 de setembro de 2015

Dia 7 - A travessia e a saída

8:25 da manhã,  os passos encaminham-me para a sala, enquanto o cérebro, dormente, se deixa levar.
Mas por pouco tempo.
O corredor é já adiante e há que atravessá-lo.
Estalo o pescoço, lamento as aulas de artes marciais que nunca quis frequentar e encaro o destino. São milhares de moços, acotovelam-se e gritam. O cérebro estala, cerro os punhos, e num assomo de fúria, vou dizendo: “Com licença”. O resultado é pouco satisfatório. Há que accionar o plano B: de olhar acutilante, começo a exclamar: “Queiram, por obséquio, deixar que alcance os meus sôfregos pupilos, que…” A frase deixo-a a meio, porque assim aconteceu, tal o ar de dúvida estampado no rosto de todos. Pareciam ter medo também, mas isso não posso confirmar.
Nada como dar-lhes estalos de palavras desconhecidas, pensei. E entrei na sala.
90 minutos depois repito o percurso, como não vos quero maçar, entremos em mais uma sala, para novo round. 30 alunos, um total de 60 olhos, ávidos. Pelo toque de saída. Lá começam a trabalhar, mas há um pequeno rumor que me incomoda. Não faço segredo da indisposição que me está a tomar e acrescento que posso ser muito imprevisível, quando indisposta.
Não acreditam em mim, e lá tive de pedir ao F. que abandonasse a sala. Suplicante e de olhar marejado assegura-me que não voltará a falar. Coração de pedra, as palavras do jovem F. não me comovem. Emudecidos, 58 olhos miram a minha frieza.
"Vamos continuar", e assim foi, a M. foi ter com o F. Contrariamente ao colega, quando lhe peço que saia, não protesta, não se vitimiza, apenas bate com a porta.

Mas isso foi, seguramente, porque estava revoltada com a SMS que tinha acabado de receber. 

4 comentários:

  1. Anónimo9/26/2015

    E ao 7º dia tive conhecimento deste teu magnífico diário e..... como não podia deixar de ser tive de andar 6 dias para trás para manter-me atualizada com essas tuas façanhas tão idênticas às de tantos nós! Parabéns amiga e bem haja pela tua criatividade! Continua que, seguramente, serei uma fiel seguidora. Cecília Marinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ceci:) Obrigada e, sim, aparece sempre:)

      Eliminar
  2. Parabéns pela iniciativa Antónia! Serei seguidora assídua! E quando este teu " diario " passar para o papel, estarei no início da fila para o autógrafo!!!
    Beijinhos 😊

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que grande incentivo! Obrigada, Dina, cá te espero!

      Eliminar